• Andrey Sommavilla

LER - DORT

Atualizado: Jan 16



LER/ DORT - Lesões por Esforços Repetitivos / Distúrbios Ósteo-musculares Relacionados ao Trabalho.

Doenças caracterizadas pelo desgaste de estruturas do sistema músculo-esquelético que atingem várias categorias profissionais.

É o nome dado às afecções dos grupos musculares e/ou tendões em que a causa se deve ao contínuo e repetitivo trabalho, realizado com as mãos ou qualquer segmento do corpo.

São lesões do associadas com esforços físicos repetitivos ou com manutenção prolongada de alguns segmentos corpóreos em posturas inadequadas.

Sintomas da LER- DORT

Geralmente os sintomas são de evolução lenta até serem claramente percebidos. Com frequência, são desencadeados ou agravados após períodos de maior quantidade de trabalho ou jornadas prolongadas e em geral, o trabalhador busca formas de manter o desenvolvimento de seu trabalho, mesmo que à custa de dor. A diminuição da capacidade física passa a ser percebida no trabalho e fora dele, nas atividades cotidianas.

As queixas mais comuns do portador de LER - DORT são:

  • Dor localizada, irradiada ou generalizada,

  • Desconforto,

  • Fadiga,

  • Sensação de peso,

  • Formigamento,

  • Dormência,

  • Sensação de diminuição de força,

  • Inchaço,

  • Enrijecimento muscular,

  • Choques nos membros e

  • Falta de firmeza nas mãos.

Disfunções em várias partes do corpo podem trazer sintomas como os das LER-DORT e uma avaliação osteopática torna-se necessária para o tratamento correto da patologia.

- Problemas articulares, musculares e ósseos. Geralmente por excesso de movimento, movimentos mal adequados, traumas, má postura.

- Pontos-gatilhos da musculatura antagonista ao músculo lesado, obriga o músculo a realizar o trabalho de forma mais estressante, isso gera tensão muscular e lesões tendíneas. - A tendinite pode ter uma causa neurológica. Quando tem algum problema articular, por exemplo, na cervical, problemas cervicais podem gerar irritações neurológicas, causando alteração do disparo e da informação neurológica.

- Outro fator muito importante é a questão visceral, principalmente o fígado pode gerar dores e irritações músculo-tendíneas, pois ele é responsável pela metabolização da amônia. Se o fígado tiver alguma disfunção, além de causar dores na coluna e em outras regiões, dificulta a metabolização da amônia do sangue. Alta concentração de amônia, causa uma irritação dos nervos e isso gera irritações neurológicas.

#fisioterapia #saude #dor #osteopatia #LER #DORT

0 visualização